CEO de empresa de alimentos saudáveis conta sobre o desafio de se erguer durante a pandemia.

A BeFocus&Fit nasceu em agosto, quando a crise mundial estava no ápice.

O ano de 2020 foi marcado pela chegada do novo COVID-19. Isolamento social, restrições máximas e distanciamento obrigatório foram alguns dos fatores que levaram milhares de empresas pelo mundo a falência.

A estudante de nutrição e fundadora da BeFocus&Fit (@befocusefit) bateu um papo conosco sobre o momento delicado em que resolveu inaugurar a sua empresa de alimentos fitness (Agosto de 2020).

Inicialmente questionamos Laura Atalla (lauraatalla) sobre sentir o momento apropriado para dar esse ponta-pé inicial de abertura.

“Nunca tive essa certeza, o que me incentivou a iniciar foi a coragem momentânea, no meio da pandemia eu estava em casa, criando mais e idealizando mais, todo esse ócio me trouxe tempo hábil para planejamento e foi ótimo por esse lado!”

Segundo dados, um dos assuntos mais buscados no Google neste ano foram alimentos que aumentam a imunidade, as pessoas nitidamente estão buscando mais vida por medo do vírus que já matou mais de um milhão de pessoas ao redor do mundo. Ficamos com o questionamento: O mercado de comidas saudáveis cresceu depois disso?

“Olha, acredito que sim. Antes da pandemia, já havia uma tendência grande para este lado do mercado saudável. Eu já observava esse crescimento! Quando o mundo virou de cabeça pra baixo, a importância de possuir um estilo de vida saudável entrou em destaque, afinal, todos tomaram conhecimento sobre os fatores quase que decisivos para a complicação da doença. Os alimentos e suas fontes de vitaminas são uma das maiores buscas atualmente no Google, todos querem aumentar a imunidade para evitar o contágio. A minha marca veio com esse intuito: Inspirar as pessoas para que elas tomem gosto para aderirem hábitos alimentares saudáveis!”

É inevitável termos uma entrevista com essa abordagem tão curiosa e não questionarmos as possíveis baixas da empresa e Laura conta para nós sobre isso.

“Trabalhar uma marca nova é um desafio enorme. Eu sabia que ia ser difícil, mas não tanto rsrs. Tenho visto que empreender é uma loucura, tem altos e baixos o tempo inteiro. Mas para 2 meses de empresa, os resultados têm me surpreendido bastante!”

Depois de viver altos e baixos nesses dois meses, fica a questão: Existe algum arrependimento nesse início socialmente conturbado?

“Arrependimento jamais. Eu me transformei depois que abri minha marca. Crescimento pessoal/profissional é valioso! E eu não acredito que tenha momentos específicos para abrir um negócio. Eu segui minha intuição e me joguei de cabeça! Quando a gente quer, a gente faz dar certo!”

Para finalizar, pedimos para que a dona da BeFocus&Fit deixasse uma dica para os nossos leitores empreendedores:

“Como eu disse, não acho que tenha que esperar um momento exato para abrir seu negócio. Então, é seguir o feeling, a intuição. A questão é que a vida passa tão rápido e é tão frágil, que perder tempo com medo de arriscar, de tentar, é uma tremenda bobeira! Eu sou empreendedora iniciante rs e estou aprendendo tudo na prática! Tá sendo gostoso dominar áreas que até então eu não tinha tanto conhecimento. Dica: Curta o processo! É gostoso!”

SITE: https://www.befocusefit.com.br/ 

 


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.